sábado, 22 de março de 2014

Ano Novo Astrológico

Ingresso do Sol no Signo de Áries.
Tudo novo de novo.



Se você quiser fazer uma mudança, o momento propício astrologicamente é esse. Ontem inicou-se o Ano Novo astrológico e também foi comemorado um ritual Wiccano chamado Mabon- Equinócio de Outono- HS. Para saber mais sobre a energia ariana, leia:
http://www.personare.com.br/aries-e-a-explosao-da-vida-m480
Você já parou para pensar que uma mudança acarreta várias outras que vêem junto?
Em geral as mudanças trazem consigo um sentimento de insegurança e ansiedade. 
A insegurança aparece quando uma situação é percebida como alarmante ou ameaçadora e o indivíduo sente que suas competências não são suficientes para gerir ou ultrapassar a situação.Este sentimento pode provocar ansiedade sendo benéfica ou não.
Outro quesito importante para que a mudança ocorra de uma forma positiva, é praticar o desapego.
https://www.blogger.com/blogger.g?blogID=5328778536603680145#editor/target=post;postID=715333712295009588;onPublishedMenu=posts;onClosedMenu=posts;postNum=1;src=postname
Quando mudamos de casa, nos damos conta de quanta coisa que não utilizamos nós guardamos. Doar, vender, reciclar são as palavras de ordem neste momento.
Desejo á todos um Feliz Ano Novo e que esta energia nos acompanhe durante o ano nos permitindo ter a coragem necessária para efetuarmos as mudanças necessárias.
Beijos arianos para vocês.




terça-feira, 18 de março de 2014

Tédio

O tédio é um sentimento humano descrito como um estado de falta de estímulo ou do presenciamento de uma ação ou estado repetitivo, como exemplo falta de coisas interessantes para fazer, ouvir, sentir, etc.
Para as pessoas entediadas o tempo parece passar mais lentamente.

O sentimento que envolve o tédio é aquele no qual sente-se um vazio, ou então simplesmente a falta de vontade de realizar atividades rotineiras, pois o comportamento humano funciona como uma espécie de equilíbrio, onde em demasia de atividades repetitivas, a pessoa sente-se frustrada, infeliz, incapaz, inerte ou insatisfeita, pois sente que algo esta lhe faltando.
O tédio caracteriza-se por uma sensação de tristeza, vazio, solidão e/ou falta de interatividade quando o espectro de ações que um indivíduo realiza é muito limitada dentro de sua rotina.

O tédio provém da rotina. A alegria, o assombro, o êxtase surgem da surpresa. A rotina leva ao tédio, e, se você está entediado, você é entediante. Lendo "As Feiticeiras" de Jules Michelet, fiquei surpresa ao constatar que na Idade Média as pessoas já tinham esse sentimento, que é tema de pinturas, músicas, e até na carta de tarô dos arcanos menores, quatro de copas.


Ouçam:
http://letras.mus.br/biquini-cavadao/44605/

Balthus (1908-2001), pintava frequentemente gatos e meninas, juntos ou separados. Os gatos são ótimos administradores do seu tédio. Eles sabem se divertir quando a ocasião é propícia, mas sabem fazer nada muito bem.



A análise dos conceitos de tédio e divertimento, usados já no século XVII com a conotação de angústia essencial e manobra estratégica desviar de 
si para poder conviver ilusoriamente consigo mesmo e com os outros.  
Esta afirmação basta, por si só, para revelar a leitura que Pascal faz do homem. Este experimenta em seu interior o vazio e, buscando socorro nas coisas exteriores, tudo faz para preenchê-lo. Os termos essenciais para a compreensão da leitura pascaliana do homem tal como ele se apresenta são: tédio e divertimento, oque bem dosado é saudável e produtivo.




Bruxaria Verde: Muitoooo sobre Mabon. Comemore seguidores da Roda ...

Bruxaria Verde: Muitoooo sobre Mabon. Comemore seguidores da Roda ...: Olá bruxas e Magos, tudo bem por ai?   Espero que sim! Dia 20 a 21 comemoramos aqui no Hemisfério Sul (isso para quem segue a roda Sul) Mabo...

domingo, 9 de março de 2014

sexta-feira, 7 de março de 2014

domingo, 2 de março de 2014

magalimulhermagia: Solidão & Solitude

magalimulhermagia: Solidão & Solitude: A solidão é um sentimento onde um indivíduo sente uma profunda sensação de vazio e isolamento. É mais que um sentimento de querer um...